Voltar

Produtores e indústria se unem para precificar leite em MG


O leite comercializado pelos produtores para a indústria de laticínios passará a ter um valor de referência em Minas Gerais. Esse deve ser um dos principais avanços trazidos pelo Conseleite MG (Conselho Paritário de Produtores/Indústrias de Leite do Estado de Minas Gerais), lançado nesta sexta-feira (07/12), em evento na sede da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg), em Belo Horizonte.

O presidente da CCPR Itambé, Marcelo Candiotto, é um dos 16 membros da nova entidade do setor leiteiro, que reúne representantes dos produtores e da indústria. "A CCPR Itambé foi uma das grandes incentivadoras da consolidação do Conseleite, unindo cooperativa e indústria. O conselho vai promover a discussão harmônica sobre a formação de preço e fortalecer o setor", destacou Candiotto.

O objetivo do Conseleite é manter a transparência na formação de preços de leite e derivados no mercado. A partir da análise de dados fornecidos por produtores e indústrias, um complexo sistema de cálculo vai apontar preços de referência a serem pagos ao produtor. Para Candiotto, a criação da entidade representa um importante de avanço do setor leiteiro, principalmente porque o estado é o principal produtor do país.

A plataforma online de divulgação dos preços de referência entra em funcionamento em janeiro, em fase experimental. A expectativa é que, até março, esteja totalmente pronta para o acesso do produtor. Por meio do site ou do aplicativo, ele poderá inserir seus valores (volume médio diário e análise da qualidade do leite) para que o sistema calcule o valor de referência, mês a mês. "É um instrumento importante para que possa se planejar com antecedência e negociar suas entregas", explica o presidente da Comissão Estadual de Pecuária de Leite da Faemg, Eduardo Pena.

Indústria e produtores vão se revezar no comando na nova entidade. Neste primeiro ano ela será presidida pelo presidente da Faemg, Roberto Simões. No mandato seguinte será a vez do presidente do Silemg (Sindicato da Indústria de Laticínio do Estado de Minas Gerais).

Também participaram do lançamento do Conseleite o presidente do Sistema Ocemg, Ronaldo Scucato; o presidente do Silemg, João Lúcio Barreto; o secretário de Estado de Fazenda, José Afonso Bicalho; o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Amarildo Kalil; e representantes de laticínios, cooperativas e produtores rurais do estado.

Informativo do preço do leite pago ao produtor ccpr

De acordo com a lei 12.669 de 19 de junho de 2012, informamos o preço bruto mínimo pago pelo leite a ser fornecido em Outubro de 2019.